sábado, 20 de fevereiro de 2010

Rússia, China e EUA no fim dos tempos

(clique nas imagens do Blog para amplia-las)  

A questão da profética invasão da Rússia pela China, além de efetivamente existir fragmentada em profecias diversas, faz sentido dentro do cenário profético global, mas passa por 4 pré-entendimentos básicos :

1º a aliança de países do anti-cristo já estará formada, e será aliada da China;

2º essa aliança terá vencido uma guerra localizada com a Rússia, meses ou semanas antes;

3º o EUA estará afastado do cenário internacional, profeticamente falando, devido a graves problemas na Costa Oeste de seu território;

4º as mudanças climáticas estarão levando a fome, sede e o desemprego a centenas de milhões de pessoas.

E também que neste ponto da história, a China será uma potência global plena.

E baseia-se nos textos proféticos sobre GOG e MAGOG, ou no Islam, YAJUJ e MAJUJ.

O Aparecimento de Yajuj e Majuj

(Islam)

"Disseram-lhe: Ó Zul Karnain, Gog e Magog são devastadores na terra. Queres que te paguemos um tributo, para que levantes uma barreira entre nós e eles? Respondeu-lhes: Aquilo com que o meu Senhor me tem agraciado é preferível. Secundai-me, pois, com denodo, e levantarei uma muralha intransponível, entre vós e eles. Trazei-me blocos de ferro, até cobrir o espaço entre as duas montanhas. Disse aos trabalhadores: Assoprai (com vossos foles), até que fiquem vermelhas como fogo. Disse mais: Trazei-me chumbo fundido, que jogarei por cima. E assim a muralha foi feita e (Yajuj e Majuj) não puderam escalá-la, nem perfurá-la. Disse (depois): Esta muralha é uma misericórdia de meu Senhor. Porém, quando chegar a Sua promessa, Ele a reduzirá a pó, porque a promessa de meu Senhor é infalível. Nesse dia, deixaremos alguns deles insurgirem-se contra os outros e a trombeta será soada. E os congregaremos a todos."(Alcorão Sagrado 18:94 ao 99) 


"Até ao instante em que for aberta a barreira do (povo de) Gog e Magog e todos se precipitarem por todas as colinas. E aproximar a verdadeira promessa. E eis os olhares fixos dos incrédulos, que exclamarão: Ai de nós! Estivemos desatentos quanto a isto; qual, fomos uns iníquos!" (Alcorão Sagrado 21:96 e 97)


Yajuj Majuj foi o nome de uma comunidade descendente de Yafith, filho de Nuh (Noé). Yafith ou Jafé, é associado por alguns a etnia branca, que ocupou a área da atual Turquia, Armêrnia , formando um povo chamado pelos gregos de Citianos (Scythians – Sakas ou Sakai), que se espalhou também por toda a Ásia, chegando até mesmo na Índia, e posteriormente também Rússia e a Europa.

Território Scytian

Império Indo-Scytian na Índia
 




Gog e Magog
Apocalipse  20:
“7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, 8 E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. 9 E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. 10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. 11 E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. 12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.”
"Os filhos de Jafé são: Gomer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque e Tiras."  (Gênesis 10:2)

 Torah
 Yechezkel 38:18-20
"E naquele dia, quando Gog vier contra a terra de Israel – diz o Eterno, D’us – Incendiar-se-á Minha fúria! Em minha flamejante ira determinei que, certamente naquele dia, haverá um grande terremoto na terra de Israel. E tremerão ante Minha presença os peixes do mar, as aves do céu, as bestas do campo e todas as coisas que se arrastam no solo e todos os homens que estão sobre a face da terra; montanhas serão arrasadas; íngremes rochedos ruirão e cairão por terra todos os muros."
Também em Yechezkel 38-39, Zecharyah 12-14, Yirmeyahu 30, Daniel 11-12, Yoel 4 e Tehilim 83.


Além destes textos, há uma série de outros textos proféticos que, se não tão diretos ao citarem GOG e MAGOG, citam uma série de outros eventos que auxiliam no direcionamento lógico da questão.



Derrota da Rússia para Israel ?

"E sucederá que, naquele dia, darei ali a Gog um lugar de sepultura em Israel, o vale dos que passam ao oriente do mar; e pararão os que por ele passarem; e ali sepultarão a Gog, e a toda a sua multidão, e lhe chamarão o vale da multidão de Gog. E a casa de Israel os enterrará durante sete meses, para purificar a terra." (Ezequiel 38:11-12)



Primorskiy Kay

 Porção oriental da Rússia

Ao que parece, a China vai invadir áreas de sua influência  por toda a Ásia, se expandindo pelo continente, mas prioritariamente a Rússia, que deverá ser invadida pela província de Primorskiy kay ou Primorye, em uma operação para tomar todos os demais territórios da porção oriental da Rússia, e em seguida iniciar uma campanha em direção ao ocidente russo e a Europa.

Esta ação deverá ser coordenada com as forças do ac, que ançará mão da traição e iniciará uma guerra contra Israel e o Ocidente.

Lembro que o ac, ao ascender o Poder, o fará com um discurso de Paz, e deverá ser aliado de Israel na guerra contra a Rússia. Mas se voltará contra seus pretensos aliados e iniciará a 3ª guerra mundial.

Na Rússia, Primorskiy kay era um antigo território da China, e foi tomada pelos russos em conseqüência das chamadas "guerras do ópio", ocorridas, a primeira em 1839 e a segunda em 1856.

As sucessivas derrotas chinesas para os ingleses, assim como revoltas internas, levaram ao enfraquecimento da China, e houve o que os historiadores chamam de “break'up da China” (divisão), ou seja, embora com Governo Central, a China foi dividida em zonas de influência das potencias da época, principalmente Inglaterra, França e Rússia e o Japão. 

Cidades como Hong Kong e Macau foram resquícios, até pouco tempo, desta época, Cidades chinesas separadas do Governo Central. Tinham moeda e idiomas próprios, pois juridicamente não eram chinesas.

Em 1858 a Rússia impôs o Tratado de Aigum, tomando para a sí a região hoje conhecida como Primorsky kay e com isso obtendo acesso a um porto perene no Pacífico.



Invadir como ?


Como a invasão bélica vai se dar em detalhes, é teoria com muitas interrogações, afinal invadir a Rússia não pode ser considerado um “passeio”, então isso só poderá ocorrer em um cenário cujas as condições sejam amplamente favoráveis.

Por exemplo, a derrota da Rússia poderá levar o Governo russo a uma imensa desorganização, facilitando a invasão, mas dificilmente se pode pensar nisso sem pelo menos outros dois fatores : uma segunda frente no Ocidente Russo (tropas do ac) e muita Tecnologia.

A luta em duas frentes é uma das coisas mais temidas pelos Generais, exige um esforço de logística imenso;, então basta olhar o mapa da Rússia e sua extensão. E Tecnologia em novas armas, em coisas que ainda  não imaginamos poderem ser reais, e que teriam um impacto favorável a China nesta teórica invasão.


E porque ?


A tomada do extremo oriente russo pela China, além das razões históricas, tem razões estratégicas relevantes, sendo a faixa da Ásia mais próxima das Américas. Dominar aquela região é ampliar muito a capacidade bélica da China face a Europa (rota polar) e o EUA (rota polar ou Pacífica), além disso, significa isolar a Rússia pelo Oriente, e controlar as rotas e portos perenes e sazonais da região.

E esta invasão, embora dentro de estratagema global, deverá também ser motivada por motivos mais práticos, porque haverá grandes dificuldades alimentares e econômicas na China, promovidas pela alternância de secas e enchentes cada vez mais intensas, e da crise global decorrente disso.

Existe uma afinidade cultural dos russos brancos com a Europa, a etnia que manda na Rússia, mas existe um crescimento populacional muito maior da população não-branca da Rússia, que se afina mais ao Islam e ao oriente, mais concentrada justamente na Rússia central e oriental.  Quando da hipotética invasão da China, isso pode se mostrar uma fraqueza da Rússia.  

Invadir a Rússia e suas terras férteis, cheias de terrenos aráveis, água, gás e petróleo, poderá se mostrar uma opção atraente diante do cenário político e militar da época, porque com o ac controlando o petróleo do OM, a Rússia será a grande e quase exclusiva fornecedora de energia da Europa. Invadir a Rússia e comprometer este fornecimento, daria uma vantagem enorme em termos de logística de guerra a uma hipotética força atacante contra a Europa.


E o EUA ?


Sei que parece quase impossível pensar nisso agora, mas a lógica profética indica que somente com o vácuo de poder do EUA no Mundo, será possível conceber a criação de uma força político-militar como a profeticamente traçada para o ac.

Há diversas profecias falando de problemas gravíssimos em solo americano, relacionados a Placa da Califórnia. Na Costa Oeste do EUA existe a chamada Cadeia de Vulcões da costa oeste, parte do Círculo de Fogo (ou Anel de Fogo), ligada também ao super-vulcão admroecido, localizado em Yellowstone, e que de alguns anos pra cá vem sendo monitorado 24 Hrs. devido ao aumento de atividade.

Anel de Fogo

Vulcões da Costa oeste do EUA

Yellowstone explodiu há apenas 70 mil anos. 
Cameras de Magma, sob vários Estados Americanos



Se existe uma razão plausível atualmente, para o afastamento do EUA do cenário mundial, está relacionado a isso.

Um atentado com armas de destruição em massa em solo americano, outra possibilidade real e aventada por alguns como possível motivo, provocaria uma reação de maior proporção, legitimando um ataque nuclear a alguma Nação inimiga do EUA. Isso não imobilizaria a Nação americana, pelo contrário, a uniria. E seu orçamento militar, já astronômico, "sairia da escala". E todo o discurso de Direita e de grupos que defendem a hegemonia norte-americana e a islamofobia, encontrariam eco e principalmente verbas.

Embora, segundo os textos proféticos, venha a ocorrer uma guerra entre Ocidente e Oriente, cristãos/judeus e não-cristãos/não-judeus, esta guerra é atribuída a iniciativa do ac, e não a atendados com armas de destruição em massa.

Portanto, a lógica dos fatos demonstra que um atentado fortaleceria a posição do EUA, e eles tem as melhores armas e plena capacidade de usa-las, em qualquer lugar do Mundo. E os textos proféticos não indicam o uso de bombas nucleares antes da guerra do ac.

Outra possibilidade mais remota seria o uso de armas geofísicas, provocando os eventos da Costa Oeste.

Embora a base desta tecnologia esteja em desenvolvimento em países como o próprio EUA e a China, esta suposição é altamente especulativa. E seu uso poderia ser fruto de teste ou acidente, não apenas de um ataque deliberado, portanto, "sem culpados".

Jeane Dixon

Jeane Dixon, vidente norte-americana de renome e que acertou diversas previsões, como o lançamento do Sputnik e a morte de Kennedy, previu nos anos de 1950 que “As duas maiores dores de cabeça da América serão o problema racial e a China Vermelha. Por meio da subversão desta última e da intromissão na luta racial, numerosas nações africanas e asiáticas hão de voltar-se contra a América, ...

“... virão nuvens ainda mais escuras, que representam horrível guerra na qual muitas nações asiáticas e africanas, por nós ajudadas, juntar-se-ão com a China Vermelha para atacar-nos, como os bárbaros na visão da Roma antiga, procurando destruir a nossa maneira de viver. Tal se dará ... e devido à nova espécie de guerra microbiana, muitas pessoas morrerão como formigas.

A influência da China em todo Mundo se faz presente, mas em dois continentes, a Ásia e a África, ela se faz onipresente nos dias atuais, sendo inclusive objeto de crítica de outros países. (atualização 28/12/2014)


Edgar Cayce

As primeiras profecias reconhecidas sobre um evento geofísico na Costa Oeste do EUA, foram realizadas por Edgar Cayce, mas outros já disseram ter vislumbrado o teórico evento, inclusive mais recentemente.

Cayce e sua esposa, Gertrude

Cayce, por exemplo, ainda na década de 1930, disse em seus transes proféticos que "California e a Peninsula de Baja desaparecerão durante uma série de intensos terremotos. San Francisco, Los Angeles e Santa Bárbara são apenas algumas das cidades importantes que não existirão depois disso. O Oceano Pacífico cobrirá a região oeste do EUA, do Arizona ao Nebraska. Ambos (os Estados) terão cidades costeiras". 



Existem diversos supostos mapas que tentam ilustrar estas mudanças,alguns bem diversos de outros, mas quase todos mostram mudanças profundas na região. Estes supostos mapas, além de serem suposições, não separam eventos, ou seja, mostram toda a geografia terrestre modificada, e não falamos disso neste caso, que refere-se apenas aos eventos na Costa Oeste americana, e que precedem outros eventos proféticos que mais adiante, modificarão a face do planeta.

Estes supostos mapas podem ser observados nos links abaixo.



Placas tectonicas


Embora muitas previsões proféticas apontem para um evento na Costa Oeste, há também profecias que podem indicar que este evento pode não ser um evento isolado, mas consequência de outro evento, o choque de um corpo celeste.

Jeane Dixon, citada mais acima, também profetizou que "Ocorrerá algo que abalará literalmente a Terra... um fenômeno natural que, creio, será a intervenção divina, algo como um meteoro. Acontecerá numa questão de minutos e envolverá o deslocamento das águas ...

... A Terra tremia sob meus pés. Depois, foi como se o mundo deixasse de girar em redor de seu eixo. Vi que, neste século, haverá muitas mudanças geológicas e geográficas, bem como inúmeros terremotos. ... Onde agora existe água, haverá terra, e onde agora há terra, haverá águas revoltas e violentas, que correrão e destruirão tudo que encontrarem à sua passagem.

São Pio (Padre Pio de Petrelcina), Padre Italiano que foi canonizado por João Paulo II, e que jamais teve qualquer ligação com os demais citados, também afirmou que "Um meteoro cairá sobre a Terra e tudo estremecerá. Será um desastre muito pior que uma guerra. Muitas coisas desaparecerão. Esse será um dos sinais... a terra tremerá e o pânico será grande... o terremoto será como uma serpente deslizando por todos os lados. E muitas pedras cairão e muitos homens morrerão... Os homens viverão uma experiência trágica. Muitos serão arrastados pelas águas, muitos serão transformados em cinza pelo fogo...

Outro exemplo é o de Benjamim Solari Parravicini, vidente argentino que registrou o futuro do Mundo em mais de mil desenhos premonitórios, e que previu que "Um planeta será ferido por um planeta apagado que roda os espaços. Esse planeta será a terra. A ferida do choque será na parte sul do hemisfério Norte e arrancará grande parte. Então o mundo terra vai tremer como um vulcão, igual a quando foi arrancado o pedaço da "América do Sul" hoje chamado no alto de "Suna". De novo o diluvio de novo a escuridão, de novo o eixo em seu lugar, de novo o rodar e um novo mar no fosso deixado, e de novo outra lua que brilhará mais.".


Os três exemplos proféticos dizem a mesma coisa, ou seja, que haverá um choque de um NEO (Near Earth Object - Objeto próximo a Terra) com a Terra, que as águas tomarão terras secas, que haverá a escuridão (3 dias de escuridão da Bíblia, 3 dias e 4 noites de escuridão no Corão), e que o Eixo imaginário de nosso Mundo sofrerá alteração, dentre outros eventos.

Este cenário pode ou não estar ligado as mudanças geofísicas da Costa Oeste do EUA, embora me pareçam mais um cenário posterior, quando os próprios elementos darão término a guerra ("porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais. Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados" - Mateus 24:21-22) [atualização 28/12/2014]


Impacto economico global

O colapso de parte da costa oeste do EUA seria um baque imenso em todos os aspectos da Nação americana, e a crise provocada por tal acontecimento seria de tal monta que o EUA não disporiam dos recursos para manter e incrementar sua "máquina de guerra", hoje girando em torno de US$ 750 bilhões de orçamento oficial, por ano.

Para se ter uma idéia, se apenas a California fosse um País, seria o 5º mais rico do Mundo.

No caso de um desastre conforme profeciado, a prioridade se inverteria rapidamente e o EUA seriam forçados a diminuir sua presença global. E este fato fará, em tese, com que outras forças possam ascender e preencher o vácuo.

Recentemente alguns países europeus da OTAN  formalizaram ao EUA o pedido da saída de todos os mísseis nucleares americanos em solo europeu, e pode-se conjecturar que nesta época futura, não estejam mais em solo europeu. E também pode-se conjecturar que a mesma tecnologia usada na invasão da Rússia, seja disponibilizada na invasão da Europa.

Mas ANTES ainda do embate bélico, podemos perceber que sem o massivo apoio norte-americano, Israel deverá buscar outras formas de manter o equilíbrio e a segurança em suas fronteiras, além de buscar sair do isolamento, o que nos leva ao ac e ao acordo de Paz.

Portanto um teórico evento na Costa Oeste do EUA, conforme previsto, teria um impacto devastador na Nação americana, e modificaria o Mundo.

Tal evento, se ocorresse, iria corroborar as profecias sobre uma gravíssima crise econômica, já que o EUA é a Nação que compra de tudo e de todos, e, a diminuição de seu poder de compra afeta todas as Nações.

A atual crise econômica demonstrou com clareza o alcance da questão, embora o teórico colapso da costa oeste trouxesse danos mais imediatos e grandiosos.

Alguns países poderiam ser afetados de forma dramática, como por exemplo, Nações exportadoras de petróleo. Como a instabilidade econômica facilita o extremismo, a ascensão do ac poderá se dar devido a esta crise, já que sua capacidade de inflamar as massas será notável, conforme profeticamente previsto.

Não é difícil perceber que determinados Governos, enfraquecidos e com poucas opções, terão dificuldades em lhe fazer oposição explícita, caso alcance o coração das massas, e até imagino que poderão usa-lo para acalmar as massas sem trabalho e perspectivas, quando na verdade estarão sendo usados por ele.

E a paz com Israel deverá ser obtida.

===


OBSERVAÇÕES :

Sobre o tema, chamo atenção dos leitores sobre a notícia publicada em Março de 2010, em diversas midias especializadas em segurança, mas também em alguns veículos de massa Europeus.

  
Basicamente, e segundo os analistas militares russos, as manobras parecem indicar uma situação de invasão a Rússia no extremo-oriente. E que apesar de a Rússia entender que sua maior ameaça ainda é a OTAN, que existe no futuro possibilidade REAL de conflito com a China.

Em Agosto de 2012, novamente outro comentário sobre a questão, agora do Primeiro-ministro Russo Dmitry Medvedev, que emitiu um alerta velado sobre a influência crescente da China sobre o Extremo Oriente russo, afirmando que é essencial defender a região contra a "expansão excessiva dos Estados fronteiriços".


Não deixe de ler os post anteriores.


(clique nas imagens do Blog para amplia-las) 

Conheça o Livro

Conheça o Livro
Leia a Resenha

Contato

Minha foto
Curioso sobre Profecias e assuntos relacionados.

Mande-me um e-mail

Nome:


E-mail:


Mensagem:


Participe do MidiaeProfecia Espaços

Conheça os arquivos da Comunidade Profecias