O verdadeiro objetivo do conhecimento profético se alcança apenas pela reforma interior, e não pelo conhecimento acumulado em si mesmo.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Benjamin Solari y Parravicini





"La libertad de Norteamérica perderá su luz, su antorcha no alumbrará como ayer y el monumento será atacado dos veces". (1939)

"A liberdade da América do Norte perderá a sua luz, sua tocha não brilhará como antes e o monumento será atacado duas vezes".

Esta é a profecia mais clara que eu conheço sobre o ataque de 11 de setembro de 2001 contra as Torres Gêmeas em Nova York, devidamente registrada em 1939.


É este nível de acerto e detalhamento, quando observamos os desenhos proféticos do argentino Benjamim Solari y Parravicini, ou simplesmente "Pélon", como os mais próximos o chamavam.

Benjamim Solari y Parravicini ou Pélon

Em 1939 não haviam as Torres Gêmeas, que começaram a ser construídas em 1966, quase de 30 anos depois desta previsão, e ainda assim Parravicini representou o evento de forma incrível, dividindo ao meio um dos símbolos mais emblemáticos do EUA e de Nova York, a Estátua da Liberdade. Notem que ele a dividiu para representar as duas Torres, e também que Pélon cita os dois ataques (“duas vezes”). 

Estátua da Liberdade, a Cidade de Nova York ao fundo


E que em uma frase simples, “A liberdade na América do Norte perderá a sua luz, sua tocha não brilhará como antes”, ele expressa a perda das liberdades e garantias individuais, no EUA e também ao redor do Mundo, promovidas pela “guerra ao terrorismo” decorrente do ataque, e que todos conhecemos bem dos Jornais e Noticiários cotidianos. 

E podemos exemplificar esta "perda" através da aprovação em 2001 do Patriotic Act, Lei resultante dos ataques em 11 de setembro, que permite dentre outras coisas, que o Governo do EUA espione ligações telefônicas e e-mails de seus cidadãos, suprimindo também os direitos individuais de suspeitos de terrorismo, permitindo a prisão sem acusação ou direito a defesa.  

E sobre isso, também podemos acrescentar as revelações de documentos que comprovam a espionagem irrestrita que vem sendo realizada pelas Agências do Governo do EUA e de outros países aliados a este, a pretexto de combate ao terrorismo, feitas pelo site WikiLeaks, através das denúncias de Edward Snowden.

Sobre isso, também recomendo a leitura de textos sobre o Echelon.

**    **

 O pintor e escultor, Benjamim Solari y Parravicini


Benjamín Solari y Parravicini nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 08 de agosto de 1898, falecendo em 13 de dezembro de 1974.

Foi um pintor e escultor argentino de relativo sucesso, realizou exposições, recebeu prêmios e teve algum reconhecimento, chegando a exercer funções dentro do Governo de sua Cidade (Buenos Aires), sempre ligado ao ensino e divulgação das artes e da pintura. Dentre outras funções, foi Professor no Liceu de Espanha (na Argentina) e Diretor da Galeria de exposições artísticas da Cidade de Buenos Aires. Teve uma infância confortável e quando jovem, viveu uma vida perdulária, sua família era rica e Parravicini era considerado um "filho rebelde" em seu meio.

Católico, Parravicini desde muito jovem falava que via e ouvia fadas, duendes e anjos, e suas afirmações foram tantas que acabou sendo levado por parentes para ser examinado por médicos e psiquiatras, não sendo encontrado nenhuma enfermidade que justificasse suas afirmações. Seu próprio Pai era psiquiatra, e o examinou variadas vezes sem verificar qualquer traço de doença.

Com 14 anos de idade, em 1912, previu verbalmente a ocorrência da Primeira Guerra Mundial, e esta é considerada a sua primeira previsão testemunhada. Afirmou repetidas vezes entre familiares sobre uma "guerra para sair", que como sabemos se iniciou em 1914.

Mas somente a partir de 1930, com 32 anos, é que começou a ser "bombardeado" com idéias surgidas ao acaso, e também por frases que para ele não faziam qualquer sentido. Inicialmente ele destruía tudo o quanto registrava nestas ocasiões, pois tais eventos iam de encontro a sua Fé católica. 

Este fenômeno foi pesquisado e interpretado por ele próprio como psicografia, e portanto, devido a suas bases religiosas, Parravicini não só duvidou deles como destruiu uma série de registros que fez. Segundo ele, "ouvia uma voz e sua mão era guiada" aos desenhos que fazia. 

Segundo o relato de seu irmão, Justino Solari y Parravicini, "Pélon" lhe narrou como tudo se iniciou em um domingo em 1930, quando estava ao piano, e embora sozinho, ouviu uma voz clara, interrompendo-o.


Justino Solari y Parravicini

"Pare hoje de levar a sua música e reúna um lápis e um bloco. Vou ensinar você a fazer movimentos rápidos e seguros que se acostumará a jogar com a linha curva e a linha reta. Eu vou te mostrar como simplificar as questões dentro de uma única dimensão e fazer você perceber o plástico simbolismo, com seu resumo misteriosos. Você precisa dominar tudo isso logo e quando você começar a se ligar com as práticas adquiridas em novas pastas, as profecias chegarão principalmente em obras simbólicas traduzidas em desenhos. Você sabe, menino, já perto do "fim do fim". 

Quando as disputas em guerras, pragas, de cegueira, a loucura, a atração do ouro, o crime, o roubo, o suicídio, a indignidade. A morte entra no mundo, o caos é chegado. Está por vir a confusão das famílias, fatos deformados morais, elevada pornografia, mentes doentes, desencadeia o saldo da religião católica. Novas ideias no sacerdócio. 

Novos conceitos, o tremor do papado, a fé perdida, o materialismo será um triunfo com a mediocridade deificada. O mundo vai estar no "anti -Cristo"

Filho: está quase na hora da explosão. A escuridão se aproxima do fogo final, aproximando incêndios. É ouvida como a voz do cataclismo - água - fogo - deslizamentos de terra - Destruição de cidades - novas terras - novos mares - novas montanhas - cidades mortas e cadáveres na lama universal terminado. Nós dizemos que é inútil proclamar meu filho, esta verdade eu ensino. A mediocridade imponente corre atrás imprudência materialista e ateísmo e desonra, portanto, nada será ouvido. Ninguém vai entender nada! Serão cegos.


E naquele tempo - tempo ao tempo sem tempo - de cair para o mundo astral convulsionará agora: espaçonave interplanetária, com carregadores inteligentes tentam explicar o perigo da resistência térmica do poder central, com o qual o homem tem para a guerra futura no mundo.

Carregadores inteligentes serão atacados e não serão ouvidos, e os seres vivos não irão acreditar neles e irão descartá-los como tal. Além disso, o ser humano, formando-se superior, será lançado em viagens espaciais, Ver sem ver, palparão a realidade das estrelas, astral e tranquila. Mais tarde, a explosão! Silêncio será silêncio e ... pelo silêncio será três vezes.



Bem, meu filho! Eu disse em um mais ou menos o futuro da Terra, por Forjes uma idéia geral do trabalho que fazemos com os cursos prometidos. Cada um carrega uma legenda e como eu disse e repito, uma vez concluído, irá qualificá-los consecutivamente e como sempre arquivarão até o primeiro dia dos dias no final. Então eles vão fazer bem em luz, a luz concedida muito bem em luz e luz em bem ... Qual foi salva!!"




Não é preciso muito para recordarmos do aviso sobre os três dias de escuridão da Bíblia, ou ainda o aviso no Corão sobre os três dias e quatro noites de escuridão, se as compararmos com a citação de Parravicini: "Silêncio será silêncio e ... pelo silêncio será três vezes".

Então,

"Homens de vários povos, e tribos e línguas, e nações verão os seus corpos por três dias e meio, e não permitirão que sejam sepultados." (Apocalipse 11:9)

Durante o período da prática dos grandes pecados, depois do décimo dia do mês de Zil-hajj (Dhu-Al-Hijja) a noite será muito longa, equivalendo a três ou quatro noites. Nessa altura, as crianças tornar-se-ão impacientes e histéricas. Os mais velhos vão grita, chorar e recorrer ao Taubah (arrependimento). Os animais com medo abandonarão o mato vindo para as, cidades e nessa altura, o Sol mudará o seu movimento aparente, e nascerá no Ocidente, como se de um eclipse solar se tratasse, e subira até ao ponto de meio dia. Ao verificarem este fato, todas as criaturas vão chorar, gritar e pedir perdão.” (Retirado das Hadits do Corão)

**


Assim como Edgar Cayce, norte-americano desvinculado do tema mediúnico ou místico, e que teve a capacidade profética em transes o qual não tinha o controle, Parravicini acabou buscando a aceitação para o fenômeno, entrava em transe mediúnico para realizar suas previsões, as vezes acompanhado de compulsões leves. Para sua surpresa, vários dos desenhos e textos que escrevia, acabaram se realizando.

Apenas durante o período de 1936 até 1972, foram realizadas mais de 1000 "psicografias premonitórias", como ele as chamou.

Dado o número impressionante de previsões feitas por Parravicini, fica quase impossível selecionar seus inúmeros acertos proféticos, mesmo porque há excelentes estudos sobre suas previsões. 

Desta forma, indico alguns links como o dos Livros "Dibujos Proféticos" (Desenhos proféticos), "Benjamin Solari Parravicini Profecías Inéditas" e "Solari Parravicini psicografias". 

Neste link pode-se ver uma série extensa de seus desenhos premonitórios, muitos falam por si mesmos, e abaixo apenas um exemplo de suas visões, relativa ao Papa Francisco, que como sabemos é argentino.


El hombre en la Argentina comienza ya-el comienzo del comienzo-
¡Comprenderá lo que no comprendió por ser siempre en abundancia.¡De nuevo será! (1938)

"O homem na Argentina começa já - o começo do começo. Entenderá o que não compreende por estar sempre em abundância! Novamente será!” 

Parravicini cita "o homem na Argentina" e cita o contexto da imagem, o “começo do começo”.  Cristina Kirshner, Presidente da Argentina, foi o primeiro chefe de Estado recebido pelo Papa Francisco. 

**


Parravicini também cita especificamente um Papa chamado Pedro (Pietro) no desenho abaixo, e afirma neste desenho premonitório que o "baculo descansará!". 


“Roma estará falta de nombres… baculo descansará!” (1939)

"Roma terá falta de nomes ... o báculo descansará!"


Báculo é o Bastão episcopal, um tipo de cajado usado pelos pastores para se apoiarem ao andar e para conduzirem o gado. No sentido mais usado atualmente, refere-se ao termo usado pelos dignitários da Igreja Católica, simbolizando o seu papel de pastores do rebanho divino.

E há as palavras soltas no desenho: "Pax, Coca Roida, Pax Viena, Pio XII (citado 2 vezes), Piano, Pietro e Argentina".

Portanto ...

- "Roma estará falta de nombres", ou seja, durante o conclave de 2013 não havia um nome de consenso; 
- "báculo descansará" refere-se a renuncia de Bento XVI
- "Pax Viene…Cola roída" seria a alusão a uma figura mítica de origem atribuída aos gregos, o ouroboros, animal com crista de galo e corpo de serpente, que morde sua própria cauda, e isso seria uma alusão a atuação do Mal, cujas as facções levaram a renuncia de Bento XVI. Seria a Igreja lutando contra ela mesma.


- "Pio XII", citado duas vezes, assumiu o papado as vésperas da segunda guerra mundial, em março de 1939, o ano em que o desenho foi feito. A dupla citação parece ser a indicação de que o segundo conflito mundial se iniciaria durante o seu papado. Pio XII comandou a Igreja até outubro de 1958, e em março daquele ano, o jovem Jorge Mario Bergoglio, atual Papa Francisco entrou no noviçado da Companhia de Jesus (Jesuítas). A citação dupla também pode indicar que um cenário mundial similar ao que Pio XII enfrentou, ou seja, uma guerra mundial que poderá (deverá) se repetir no cenário profético descrito no desenho;
- "Pax", e sobre esta palavra uma figura coroada sobre uma cruz;
- "Piano" representa "pouco a pouco" ou "aos poucos", e representaria a própria ascensão de Jorge Mario Berglogio ao Papado, já que tinha sido Papabili em 2005, quando ele mesmo pediu que não votassem nele. Mas também seria uma indicação a origem italiana do Papa representado no desenho, pois a palavra tem origem italiana, e Bergoglio é descendente de italianos;
- "Pietro", alusão a "Petrus Romanus", da Profecia dos Papas de São Malaquias;
- "Argentina", alusão a nacionalidade do Papa.

**

Como alguns se recordam, Pietro vem de Petrus, origem latina do nome Pedro, e a última insignia de Malaquias sobre a Profecia dos Papas, cita um chamado Petrus Romanus.

"In persecutione. extrema S.R.E sedebit Petrus Romanus qui pascet oves in multis tribulationibus: quibus transactis civitas septicollis dirueter, & Iudex tremedus iudicabit populum suum. Finis.". 



"Na derradeira perseguição da Santa Igreja Romana estará sentado (no sólio de Pedro) Pedro Romano, que apascentará suas ovelhas em meio a múltiplas tribulações: as quais transcorridas, a cidade das sete colinas destruída, e o Juiz (que está) tremendo julgará o seu povo (o de Pedro). O fim.”

**

Sobre a ação do Mal na renúncia do Papa Bento XVI ("Pax Viene…Cola roída") , no texto "Orem por Meu Sucessor" de Fevereiro de 2013, há a colocação disso na polêmica frase:

"O demônio mora no Vaticano"

A frase poderia ser de algum extremista contrário ao Catolicismo, mas não é. 

O mal está no contexto do Apocalipse, associado a figura do anjo caído, e isso está presente no inconsciente de 10 entre 10 pessoas criadas em culturas abraâmicas (judeus, cristãos e islâmicos).

A Igreja admite que há mal dentro de si, efetivamente ligando isso ao anjo caído.

Em março de 2010, o exorcista oficial do Vaticano, Padre Gabriele Amorth, declarou textualmente ao Jornal La Repubblica que "há cardeais que não acreditam em Jesus e bispos que estão ligados ao demônio".
Padre Gabriele Amorth

E continuou "Il diavolo abita anche in Vaticano", ou
O demônio mora no Vaticano”.

Gabriele Amorth ainda é o Exorcista Oficial do Vaticano.


**

Benjamim Solari y Parravicini narra para o futuro da humanidade, uma série de tragédias naturais, a queda de um meteoro, a terceira guerra mundial, o anticristo, a chegada de visitantes de outros mundos, mudanças geográficas radicais e outros elementos presentes em profecias diversas, de outros que como ele também tiveram visões proféticas, e sem dúvida vale a pena acessar os links indicados acima, para um maior aprofundamento e entendimento de sua obra profética.

Algumas de suas afirmações são bem polêmicas, mas por outro lado, seu nível de acertos não deixa dúvida que suas afirmações devem ser estudadas.

**

Maio de ..... ?
(comentários em complemento 12/01/2015)

"Cai sobre a terra no dia 5 do 5 de cincos o golpe de fogo estelar. Cairá nas regiões de Gibraltar e nas ilhas Baleares. Três dias lá, dois na América do Norte e, finalmente, um dia de cinco horas nas Antilhas. O fogo purificará! (1938)

Em especial sobre o desenho acima, entramos em 2015 e surgem questionamentos sobre o desenho refere-se a Maio deste ano, se é Maio de algum ano múltiplo de 5 ou ainda se é mesmo Maio de um ano não definido.

Se olharmos o desenho acima isoladamente, dia 5 do 5 parece ser o que indica, ou seja, 5 de Maio, mas "de cincos" parece indicar a quantidade de meses de algo que estará acontecendo no contexto, e veremos mais a frente o motivo. Mas pode ser também a indicação de cinco objetos que vem em direção a Terra, dos quais 4 cairão: 1 no Mediterrâneo, entre "Gibraltar e nas ilhas Balearesna costa da Espanha, e três dias depois, 2 caem na América do Norte e em seguida 1 nas Antilhas

"um dia de cinco horas" parece indicar o tempo aproximado a partir do nascer do dia, o qual o ultimo objeto se chocará, já que a partir do choque o céu escurecerá. Exemplificando, considerando o nascer do dia por volta das 6:00 da manhã no local, o choque ocorreria por volta das 11:00 da manhã no local. Mas pode estar baseado em outro fuso horário, talvez o fuso Argentino.

O "fogo purificará" não precisa ser explicado.

Mas Parravicini tem pelo menos 12 desenhos que mencionam o número 5, e sobre o "5 de 5", Parravicini volta a menciona-los com mais clareza.

“Nevascas, fio, fome, calores do sol,, sede, terremotos, inundações, pragas, horror,guerra, dor, fogo, incêndios, explosões, mortes, necessitados, catástrofes, descarrilhamentos, naufrágios, pirataria, órfãos loucos, destruição, combates no céu e na terra com sangue por 5 meses: maio-julho-setembro.” (1940)


Ele afirma "destruição, combates no céu e na terra com sangue por 5 meses: maio-julho-setembro.”, ou seja, 5 meses, de Maio a Setembro. 

Então o cenário a que ele está se referindo, começa mesmo em Maio.

Podemos reforçar esta afirmação de Parravicini nos recordando de São Pio de Petrelcina, quando ele afirmou :  "Pobre Itália, está caminhando para uma violência feia... O mundo está caminhando para a ruína. Cuidado com o mês de maio; vejo terremotos, aluviões, vejo sangue... Ocorrerão fatos tremendos. Um meteoro cairá sobre a Terra e tudo estremecerá. Será um desastre muito pior que uma guerra."

Padre Pio não só mencionou o mês de Maio, como mencionou uma guerra, eventos naturais extremos e a queda de um objeto na Terra, tudo como Parravicini mencionou.

Em outros desenhos com menção ao número 5, dá prá perceber que há um contexto, assim como percebemos no acima, e este contexto é o cenário do anticristo e também de uma guerra.

"A besta - 5 - Sol - Humanidade - SJ? - O Apocalipse chega ao ultimo selo" (1940)

"¿SJ?" é uma referência a São João, o autor do Apocalipse, e o 5 refere-se ao Quinto selo da Revelação, ligada aos mártires, portanto é retratado um contexto de perseguições aos que mantém a Fé em DEUS. Isso já acontece, mas haverá um momento em que isso se tornará intenso, profeticamente falando, e este período é o do anticristo. Parravicini reforça isso ao mencionar no desenho "La bestia", ou "a besta".

E porque está com uma interrogação¿?
Imagino que Parravicini ao ter a visão ou a percepção (o sentimento, o transe) do que profetizou, indagou a sí próprio se o que via ou percebia, estava ligado ao Apocalipse. E também transfere esta pergunta para nós.

Algo do tipo "¿Será mesmo SJ?".

Em espanhol, perguntas tem a interrogação também no inicio.

- O Quinto Selo da Revelação -

"E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram." (Apocalipse 6:9-11)

- O Último (Sétimo) Selo da Revelação, que se divide em Sete Trombetas - 

"E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas." (Apocalipse 8:1-2)

"E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada. E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus. E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas. E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite." (Apocalipse 8:7-12)

"E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo." (Apocalipse 9:1)

"E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates." (Apocalipse 9:13-14)

"E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre." (Apocalipse 11:15)

"A vibora será morta" (1939)


E "víbora" aqui ganha vários significados, os mais óbvios ligados a uma serpente e a traição. Um dos termos mais recorrentes da Bíblia sobre lucifer, é serpente, e "víbora" também significa uma pessoa com más intenções sobre as demais, inclusive em castellano. Jesus também usa o termo (Mateus 12:34).



"E a vibora será morta" indica o desfecho profético da própria Revelação e dos demais textos proféticos, ou seja, o Bem prevalecerá sobre o Mal.


Portanto Parravicini menciona mesmo o mês de Maio, menciona 5 meses, menciona o dia 5 e há pelo menos um desenho em que menciona o Ano 5.

"Lutas finais em 5 do mes 5 do ano 5 com os 5 dias e as 5 horas e faltam 5" (1940)

Embora ainda não saibamos qual é o Ano 5, o que é realmente importante de se compreender aqui é que HÁ UM CONTEXTO para o acontecimento "Cai sobre a terra ... o golpe de fogo estelar", e este contexto é um cenário que não estamos vivenciando ainda.

Portanto, não pode ser em 2015

E também que este vaticínio em forma de desenho, está ligado a uma série de outros desenhos de Parravicini, e que tudo deve ser visto em conjunto, não apenas isoladamente.

Para uma melhor compreensão deste cenário que Parravicini retrata nestes desenhos, considero relevante a leitura do Apocalipse nos trechos mencionados, mas de forma sequencial e direta, não em pedaços como aqui exposto, para que fique melhor evidenciado quais eventos e quais personagens são lá citados, e que portanto estão retratados por Parravicini em seus desenhos.   (FIM de comentários em complemento)





LEIA TAMBÉM




**


COMPARANDO Parravicini com desenhos do

**


Outros desenhos:


Um planeta será ferido por um planeta apagado que roda os espaços. Esse planeta será a terra. A ferida do choque será na parte sul do hemisfério Norte e arrancará grande parte. Então o mundo terra vai tremer como um vulcão, igual a quando foi arrancado o pedaço da "América do Sul" hoje chamado no alto de "Suna". De novo o diluvio de novo a escuridão, de novo o eixo em seu lugar, de novo o rodar e um novo mar no fosso deixado, e de novo outra lua que brilhará mais.


A 'Amnis". (1938)



"Escuridão total. Depois do Caos do caribe um só olho verá desde a única palmeira e verá a luz do Sul. Mudanças totais no eixo terráqueo, mas o Sul será sempre o Sul..." (1938)


"CATACLISMO, HUMANIDADE VENCIDA, O cataclismo será predito mas ninguém acreditará. Mas chegará!" (1938)


"Chegará o principio do fim! O homem anulará o seu ser, a biologia gritará que descobriu como fazer vidas sem o ser masculino e desta maneira com o uso da glicerina tirada das células, começará a fabricar seres sem hereditariedade, mas sim com vida de maneiras desconhecidas. Chegará o tempo das explosões atômicas e farão a destruição de cada ser, a radiação matará e fará nascer monstros de todas as classes animal e vegetal, o mineral se quebrará. Desde 66 o homem nascerá com os ossos cristalizados pelo estrôncio, e o estrôncio fará em sua vida um desastre, lhes anulará o cérebro, alterará o gene do esperma, matará o glóbulo vermelho, aumentará o cancer ao extremo. A força nuclear dominará e os amarelos com os russos questionarão os lucros de poder em tal sentido. O 666 chegará com as mão plenas de forças nucleares e raios misteriosos e paralisadores. De micróbios novos ,de cometas artificiais com a..."(1936)"


Discos voadores pelo Mundo. (1938)


"No sul da África se verá um extraterrestre negro." (1938)


"O espaço traz um planeta que se chocará"  (1938)


"Os obeliscos da Lua falarão um dia, e destroçarão a voz do homem" (1972)


"Hitler - Mussolini. Com o mesmo fim; o mesmo fim..."(1938)


"A América do Norte receberá o tiro certeiro. Fará um crime político em mudança de direção - se ressentirá - colocará em perigo a sua estabilidade e liberdade"(1940)
Letra K a direita da figura, junto do coração; de Kennedy.


"A Igreja se equivocará nos seus passos e os seus próprios dirigentes a falsearão". (sem data)


"Diante as constantes visitas de extraterrestres a ciência negará, logo duvidará e por fim dirá ¡É verdade!. (...) Há séculos nos vigiam e contemplam!" (1940)



Compre o Livro "O que são Profecias"

Compre o Livro "O que são Profecias"
Links para Compra do Livro

Participe do MidiaeProfecia Espaços

Conheça os arquivos da Comunidade Profecias

Contato

Minha foto
Curioso sobre Profecias e assuntos relacionados.